Curso de Fotografia New Born em Goiânia

0

A fotógrafa Veruska Toledo está oferecendo o Primeiro curso de Newborn do Estado de Goiás. O curso será dividido em cinco módulos e terá duas etapas: uma teórica ultilizando o bebê reborn (simulação de um bebê real) e a parte prática de forma exclusiva com um bebê de verdade. No curso o aluno vai aprender montagem de cenários, vai receber uma apostila e ver sobre documetação de orientações que os pais precisam receber antes da sessão, o orçamento e o contrato.

Veruska é especializada em Newborn pela ABFRN- Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-Nascidos. Ela relata que o curso que está oferecendo é totalmente diferente de outros workshops nesta área. Por isto do nome CURSO, porque o aluno, realmente aprende na prática tudo que precisa para uma perfeita sessão de newborn!

  10549995_777081592331035_8999279135549142364_o

PRIMEIRA ETAPA: São 4 módulos, no qual o aluno aprende a teoria e técnicas para manipulação de um recém-nascido, bem como a criação de seu próprio cenário (Cada aluno montará seu cenário), e  obterá as minhas observações para melhorar, além de prática com um bebê reborn (um boneco que simula um bebê de verdade). Também o aluno aprenderá como abordar os pais e criar seu portfólio. Além de descobrir todos meus fornecedores, para adquirir as melhores peças e cenários. É uma aula realizada em turma de 8 pessoas.

DATA: 31/08/2014 – DOMINGO

Investimento : 2X350,00 (Entrada e 30)

 

SEGUNDA ETAPA: Esta etapa é a que chamamos de aula VIP, onde o aluno trará os pais do bebê e o bebê. Neste o aluno irá manipular o bebê com a minha assessoria o que dará mais segurança para que o aluno possa realizar uma sessão sozinho. Esta etapa não é obrigatória, ou seja, o aluno poderá adquirir somente a PRIMEIRA ETAPA.

DATA: As aulas VIPs ocorrerão nos sábados, domingos ou feriados de acordo com a disponibilidade da fotógrafa. Estas aulas serão agendadas somente depois da participação do aluno na PRIMEIRA ETAPA.

INVESTIMENTO: 2X350,00 (Entrada e 30)

 

OBS: Não será realizado o curso somente da SEGUNDA ETAPA, ou seja, para o aluno adquirir a SEGUNDA ETAPA é pré-requisito passar pela PRIMEIRA ETAPA.

 

Caso o aluno queira adquirir as 2 etapas o valor é de 4 X 350,00.

 

Lembre-se quanto mais informação de formas diferentes melhor para seu aprendizado.

 

 

Mostra dos filmes premiados no FICA 2014 no cine cultura!

0

E pra quem não teve oportunidade de ver ou quer repetir a dose, fiquem ligados porque o Cine Cultura exibe, a partir desta quinta (21), a Mostra dos filmes vencedores do 16º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA 2014). Ao todo serão nove produções exibidas com entrada franca entre os dias 21 e 26 de agosto.

906351_703070673106281_802779047402596005_o

“Um dos destaques da mostra é o documentário alemão Metamorphosen, de Sebatian Mez, escolhido como a melhor produção cinematográfica exibida no festival. O filme conta a história de pessoas que moram em um dos lugares mais contaminados por radiação do planeta. Fato desconhecido pelo público, a região foi irradiada repetidamente por diferentes acidentes da instalação nuclear Mayak, a primeira a produzir material físsil para armas nucleares da União Soviética, ainda hoje ativa. O filme capta um perigo que não é perceptível ou visível, assim como a força das pessoas que têm que lidar com ele.”

A Mostra dos filmes premiados traz, entre outros, a premiada animação brasileira O Menino e o Mundo,  o italiano Matéria Obscura, as menções-honrosas Ekspeditionen til Verdens Ende (Expedição ao Fim do Mundo) e Erntefaktor Null (Central Nuclear) e as produções goianas Viagem na Chuva e Ainda que se movam os trens. 

Aproveitem, a entrada é franca! Boa sessão.

Fonte: http://cineculturagoias.wordpress.com/2014/08/18/cine-cultura-exibe-filmes-premiados-do-fica-2014-a-partir-desta-quinta/

A fotógrafa Silvia Biu, aluna do Curso de fotografia da Faculdade Cambury expõe seu trabalho na Casa da Luz Vermelha em Brasília

0

Capatazes intitula o conjunto de obras fotográficas realizados pela artista e fotógrafa Silvinha Biu, a exposição acontecerá até o dia 30 de Agosto de 2014 na galeria de Kazuo Okubo, A Casa da Luz Vermelha em Brasília. A série é fruto do Edital de Exposições Individuais realizados pelo Mês da Fotografia 2014 – Categoria Fotógrafo Centro – Oeste realizado em Brasília em sua 5ª edição.

IMG_20140812_111122154

Registro da exposição Capatazes na Galeria A Casa da Luz Vermelha

 

Silvinha é nascida em Minaçu mas mora em Goiânia a 9 anos. Ela estuda na Escola de Fotografia e Cinema da Faculdade Cambury e está se destacando por suas produções ao usar a fotografia como modo de expressão. Na série, a artista expõe fotografias que ela retratou de si mesma em momentos aleatórios da vida. Esse trabalho em auto-retratos, ao mesmo tempo que tem uma linguagem visual totalmente íntima, expõe problemáticas sociais universais ligadas as mulheres atualmente . Tratam-se de imagens que ao mesmo tempo que atraem, gritam. Sensualizam e afagam com traços naturais de um corpo real, que não montado ou [re]construído por um padrão ditado. Um nu que se liberta na sua própria intimidade.

 

 SIL-201

“Fotografar é mergulhar em significados muitas vezes impalpáveis embora sensitivos. Nadando em possibilidades e em entrega, exponho partes desconhecidas de mim, as quais tornadas visíveis fizeram-me enxergar aquilo que não consigo dizer embora precise escutar. Fotografar, mais do que desenhar com a luz, é dar ouvidos ao grito; fazer dos olhos ouvido. A fotografia é o palco. O corpo, canal de expressão. Os sentimentos, material bruto.  Este ensaio trata-se dos recortes mais precisos e preciosos daquilo que é real e latente em mim…”

 

sem título-2

Não somente um olhar íntimo à vida da autora, exploro a mulher inserida no contexto social atual. Propondo o corpo nu feminino em uma sociedade restritiva, mostrando que a independência estética e de pensamento da mulher é possível, abandono as expectativas em relação ao corpo e seu uso, ressignificando-o e individualizando-o, trilhando um caminho para que o corpo se torne instrumento de expressão e não apenas de consumo de sensualidade e/ou sexualidade. Despir os olhos, enxergar o corpo como uma potência de expressão e permissividade, aproximo-nos do que é natural e, portanto, real.”

Silvinha Biu

 

SIL-13

Compareçam! Apreciem! Instigue-se!

Exposição: Capatazes

Artista: Silvinha Biu

Data: 07 a 30 de Agosto

Galeria: A Casa da Luz Vermelha

Endereço: ASBAC – Setor de Clubes Sul, Trecho 2, Conj. 31, Brasília

Curso de Fotografia repleto de novidades!

0

 

Visando elencar ainda mais a empregabilidade gerada pelos profissionais formados na Cambury e prepará-los para o mercado com tudo o que há de mais moderno no segmento fotográfico e audiovisual, o curso de Tecnológico de Fotografia e Imagem apresenta diversas novidades para os acadêmicos. Confiram:

 

Fotor0822173634 peq

 - Rádio DigiTrigger (rádio flash);

 

- Girafa Black River Master;

 

- Mais 4 novos flashes Mako 4004, com todos os seus acessórios.

 

Quanto às maquinas fotográficas, além das já existentes, a Cambury adquiriu 5 unidades da Canon 70D, outras 5 unidades da Canon T3I e mais duas da famosa Canon 5D Mark III. E ainda 2 flashes dedicados Canon 430 EX2.

Para a reestruturação da Rádio TV Web foram investidos equipamentos com toda a modernidade que o curso exige. Steady Cam DIMTEC Flying Cam pro 5, gravadores de áudio portáteis (Roland R-26), teleprompter, Switcher de áudio e vídeo, e uma nova iluminação toda em LED.

 

 

 

 

Atenção alunos! Vaga para monitoria no 14° Goiânia Mostra Curtas

0

Atenção alunos, o 14ª  Goiânia Mostra Curtas está em fase de produção! O evento irá acontecer de 07 a 12 de Outubro de 2014 e caso queiram participar do evento como monitores, por favor, respondam o seguinte e-mail :<icumam@icumam.com.br> informando a sua disponibilidade para que a organização possa agendar uma pequena reunião para definir os detalhes da monitoria.

Lembrando que, ao participar da mostra como apoio, vocês estarão adquirindo experiência e participando da equipe de produção de um dos mais expressivos festivais de curta metragem do país, com convidados nacionais da industria cinematográfica. Além disso, será disponibilizado certificado de horas para todos os monitores.

Contamos com o apoio de todos. Participem!

1782149_661827600565245_5985045582403854204_n

 

 

Maiores informações: http://www.goianiamostracurtas.com.br/gmc_2014/

 

 

3º CONCURSO DE FOTOGRAFIAS: “Patrimônio Histórico e Cultural de MS – NOB 100 Anos”

0

 

nob

 

A Fundação de Cultura do Governo de Mato Grosso do Sul lançou a terceira edição do Concurso de Fotografias: Patrimônio Histórico e Cultural de Mato Grosso do Sul – Nossa Identidade NOB 100 anos, que selecionará trabalhos inéditos produzidos por fotógrafos profissionais ou amadores por meio da temática da Noroeste do Brasil, ferrovia que consolidou a identidade do Estado.

Serão selecionadas vinte fotografias que passarão a compor o acervo do Museu da Imagem e do Som. Os três primeiros colocados serão premiados com R$ 3 mil, R$ 2 mil e R$ 1 mil, respectivamente. Os candidatos classificados do 4º ao 20º lugar receberão Certificados de Menção Honrosa.

As inscrições estarão abertas no período de 09 de junho de 2014 a 11 de agosto de 2014 e deverão ser encaminhadas por meio da Ficha de Inscrição (anexo I) devidamente preenchida com todas as informações solicitadas, juntamente com o material de que trata o artigo 4º para o seguinte endereço em envelope lacrado, exclusivamente por meio dos Correios através de SEDEX:

Edital de Seleção de Fotografias:

“PATRIMÔNIO HISTÓRICO E CULTURAL DE MS – NOSSA IDENTIDADE NOB 100 ANOS”

Museu da Imagem e do Som de Mato Grosso do Sul (MIS de MS)

Memorial da Cultura e Cidadania Apolônio de Carvalho

Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, 3º andar

CEP 79002-820

Campo Grande, MS

 

Info: http://migre.me/jSvJ4

“Semiosis” o novo livro do fotógrafo Rafael Benevides

0

 

rafael-Benevides-Wedding-brazil2014-001

 

Semiosis – A poesia dos signos na fotografia de casamento” é o mais novo livro do fotógrafo Rafael Benevides. A obra é um compilado de mais de 100 fotografias com pequenos trechos de poesias de autoria do próprio Rafael  e também de Fernando Baccareli e Cássio Lucena. A intenção do livro é de discursar sobre os símbolos e suas conexões, analisando a semiótica das imagens. “O projeto pode ser um mergulho profundo no que somos”, diz o autor sobre a forma intimista que as imagens são apresentadas ao leitor.

foto-4

O livro do pernambucano traz sua experiência de 20 anos materializando um sonho: “Eu me preparei muito para este projeto”, disse o fotógrafo. “Este livro é diferente porque hoje em dia enxergo uma fotografia construída”. Este estilo, que surge depois de uma vivência fortemente enraizada na fotografia de casamento, lida com a questão de direção de modelos e iluminação.  uma fotografia construída com a identidade do fotógrafo.

benevides5

Através de uma linguagem poética, o livro tem a missão de inspirar e despertar no observador as múltiplas e incertas possibilidades de leitura dos signos. Estas direções de interpretação surgem na interseção da subjetividade e do repertório do fotógrafo com a dos seus receptores. “É uma miscelânea de sentimentos e símbolos que falam por mim ou ao meu respeito”, analisa Rafael. “O livro é o reflexo de um momento maduro de minha trajetória”.

 

benevides3

 

O fotógrafo ministra workshops pelo Brasil, chegando com seu jeito low profile, porém compartilhando técnicas e efeitos que refletem e destacam sua inquietude, inventividade e dinamismo profissionais.

 

benevides4

benevides1

Fonte: http://photos.uol.com.br

Dicas do dia: Cinco dicas para criar ótimas fotos minimalistas

0

Aprenda a utilizar espaços negativos e destacar o assunto em suas fotografias

 

Quando estamos fotografando, geralmente focamos nossa atenção no assunto principal e nos certificamos que ele estará na foto. Nossa concentração em assegurar isto, faz com que não prestamos atenção a áreas vazias da foto. Espaço negativos ou áreas que não são ocupadas pelo assunto ou outro objeto, podem ser usados com sucesso para causar impacto e até mesmo destacar o assunto.

Aqui você encontra cinco motivos para criar grandes fotografias minimalistas:

 

Foto: Taxydro

 

 

Proporciona equilíbrio

Não importa que tipo de fotografia você está fazendo, seja uma paisagem em grande angular ou uma foto macro de um inseto, você pode usar o espaço negativo para balancear a imagem. O espaço positivo, aquele que está sendo ocupado pelo objeto fotografado, pode parecer oprimido se não houver um espaço livre na imagem. O espectador não saberá para onde olhar e descansar os olhos.  Você pode usar a regra dos terços, colocando o objeto em um terço do quadro (frame) e deixar vazios os dois terços restantes.

Foto: German Ribota

Foto: German Ribota

 

Destaca o assunto

Se o assunto estiver rodeado por um espaço vazio, o espectador não terá um ponto para perder a atenção, senão o assunto fotografado. O espectador pode apreciar plenamente o assunto, sem distrações como um fundo poluído. Com o uso adequando do espaço negativo, o assunto é isolado e colocado em um ponto de interesse. Até mesmo as coisas mais simples terão grande destaque quando a imagem tiver este tipo de composição.

 

 

Foto: Jack Sanches

Foto: Jack Sanches

 

Ajudar a criar atmosfera

Espaços negativos podem facilmente mudar o humor da imagem e evocar diferentes emoções. Por exemplo, uma imagem que mostra um céu vazio pode passar tranquilidade. Um simples espaço escuro pode adicionar dramaticidade ao assunto.

 

042

 

Permite o ‘respiro’

Quando estiver compondo a imagem, deixe espaços de respiro para o assunto ser devidamente apreciado. O assunto não ficará apertado e o uso do espaço negativo o deixará mais atrativo.

Amirul-Amin

Cria formas e padrões interessantes

Objetos criam formas e padrões, mas espaços vazios também podem dar esta sensação para o foco principal da imagem. Uma das imagens mais populares que retratam espaço negativo mostra apenas duas silhuetas frente a frente. O espaço claro entre as duas figuras sempre rendem alguma forma inesperada e interessante. O cérebro humano sempre tenta criar padrões para o que os olhos veem e espaços negativos em silhuetas são um prato cheio para a imaginação.

Sempre que compor uma fotografia, preste muita atenção nos espaços vazios e não apenas no assunto. Experiências alterando a posição do assunto também é uma ótima ideia e sempre nos surpreendemos com os resultados obtidos. Os espaços negativos são aliados poderosos quando usados com sabedoria e podem mudar completamente uma imagem, tornando-a uma fotografia cativante.

Post e Textos Originais: Photopoly

 

Inspiração do dia: Amy Friend e suas fotografias Brilhantes

0

Em sua série mais recente intitulada “Dare alla Luce“, a artista canadense Amy Friend cria intervenções em fotografias antigas, através de pequenos furos ela permite que a luz passe através delas, criando não só uma releitura das fotos, mas sim uma nova percepção.

A expressão italiana Dare alla Luce, esta relacionada com o nascimento e dar a luz é o que ela faz literalmente nessa série. Apesar de alterar o estado original dessas fotografias, parece que ela só ressalta sua natureza, sem alterar o sentido da imagem, mas sim aumentando sua carga emocional. Ela pretende questionar a qualidade frágil do objeto fotográfico e também a própria fragilidade de nossas vidas, nossa história. Amy tem uma habilidade incrível para absorver de uma imagem a nostalgia e revelar a beleza sutil de cada momento.

A ideia do projeto, nas palavras de sua criadora: “(…) uma vida, um rosto, um momento, mas apenas uma visão momentânea” que alterado, espera trazer à vida a luz por trás da superfície considerada desconhecida.”

Confiram o lindo e delicado trabalho da artista:

 

amy-friend-canada-zupi-15

amy-friend-canada-zupi-12

amy-friend-canada-zupi-10

amy-friend-canada-zupi-9

amy-friend-canada-zupi-8

amy-friend-canada-zupi-4

amy3

amy2

Curso de Fotografia e Cinema da Faculdade Cambury

0

   Nós do Curso de Fotografia e Cinema da Faculdade Cambury desejamos Boas vindas aos veteranos, calouros e aos demais simpatizantes. O curso oferece ao aluno as modalidades não só de fotografia mas também de audiovisual onde o aluno aprenderá a dominar a teoria e a prática da criação de fotografia e vídeo, utilizar tecnologias avançadas nos processos artísticos e técnicos relacionados à imagem, criar, produzir e dirigir projetos de fotografia e vídeo, dominar conhecimentos de hipermídia, projeção, instalação e administração de arquivos de fotografia e material iconográfico, desenvolver  técnicas para recuperar e conservar fotografias, cromos e filmes e aplicar efeitos especiais em fotos com recursos digitais. E com a chegada dos novos equipamentos o curso ficou ainda mais completo. Deem uma espiada!

final fot

Refletor de Led Teleprompter shoulder mount Shoulder Mount Rig with Motorized IMG_1789

final video

 

 

 

 

Go to Top