Posts tagged TCC

Bluberi Frozen Yogurt Shop

Projeto: Bluberi Frozen Yogurt Shop
Design por: Emmanuelle Moureaux Architecture + Design
Localização: Virginia, EUA

Retirei daqui.

Bar Armazém Medeiros

Salve salve meus queridos. Preciso retomar o que fazíamos no semestre passado. Segue agora mais uma ideia interessante para nortear alguns dos TCC que serão executados. Lembrem-se, boas ideias estão fluindo no ar o tempo todo, basta parar um pouco, analisar e aspirá-las.

E vamos que vamos que o show não pode parar.

Desenvolvido em um antigo (década de 40) e charmoso prédio da família Medeiros, em Belo Horizonte, buscou-se retomar a ambiência e a espacialidade da construção original, de esquina, onde até os anos 1980 funcionou um armazém de nome Medeiros, que serviu de inspiração para a visualidade retrô do empreendimento.

Atuando em programa de natureza efêmera – bares são repaginados com certa frequência -, a arquiteta Isabela Vecci idealizou o projeto do Armazém Medeiros como contraponto à transitoriedade. E não apenas do bar em si, como também do processo de descaracterização do entorno de pequena escala construída.

Descontraído, portanto, o bar Armazém Medeiros ostenta como características principais a tipologia de esquina e o generoso pé-direito interno, ornamentado por prateleiras cenográficas que, feitas com madeira pinus, abrigam alguns dos itens (ainda em produção) comercializados antigamente naquele espaço.

Detalhamento da parede de Adega e Cervejaria:

Seguem as Plantas.

Encontrei aqui.

Bancas de TCC

Salve salve meus queridos.

Venho agora para repassar a todos vocês os horários das Bancas de TCC.

Lembrando a todos que elas são abertas ao público e que também são acumuladoras de Horas para Atividades Complementares.

.

.

.

.

 

bbb.

 

DIA HORÁRIO TEMA COMPONENTES

21/06

09:00 – 10:00

Luxo é ser Sustentável Aretuza Couto

Letícia de Freitas

21/06

10:00 – 11:00

Revestimento de Parede Alessandra Vilela

Lohane Albuquerque

21/06

11:00 – 12:00

Jardim Sensorial – Aplicação na Associação de Amparo e Assistência Ana Bastos

21/06

15:00 – 16:00

Decoração e Ambiente Comercial – Leilão de Gado Taisa Gomide

21/06

16:00 – 17:00

Isolamento e conforto acústico no projeto de interiores de um bar Maria Adriana

Maria da Conceição

Mariana Luzine

21/06

17:00 – 18:00

Vinícola Jaboticabal Aradia Mesquita

Fabiana Gruber

Thais Pereira

Vanessa Naciff

21/06

18:00 – 19:00

Revitalização da Creche São Judas Tadeu Bianca Fernandes

Kamila Milene

Natasha Paiva

Wanessa Cristina

21/06

19:00 – 20:00

A Importância do Design de Interiores para a otimização de Pequenas Habitações Yoni Queiroz

21/06

20:00 – 21:00

Criação de um Quarto Modelo em Loja de Bebê Dayane Rodrigues

Juliana Batista

21/06

21:00 – 22:00

Brinquedoteca hospitalar: Um espaço ideal para criança hospitalizada Aline Cristine

Danielly Profeta

Fabricia Alves

Thais Nonato

 

22/06

08:00 – 09:00

Linha de Mobiliário para PCD Ana Paula

Jordana Pimenta

Talita Daiana

22/06

09:00 – 10:00

O Espaço Físico como bem estar para crianças e adolescentes da Casa de Amparo Andressa Oliveira

Neliana Schulz

22/06

10:00 – 11:00

Reciclando e Decorando Adrielle Morais

Kelly Cristina

22/06

11:00 – 12:00

Hotel e Hospital de Plantas Ornamentais Gleiciany Ferreira

Laysa de Holanda

Lúcia Helena

Tatiane Vampre

22/06

14:30 – 15:30

As cores da infância – A creche como universo lúdico – CMEI Tio Oscar Édnei Alves

Keila Guadagnini

Lorrana Policeno

Rayane Junqueira

22/06

15:30 – 16:30

Reestruturação de um PUB Karen Maia

22/06

16:30 – 17:30

O Status do Design Mayara Chaves

22/06

17:30 – 18:30

Casa para Deficientes Luiz Antônio

Nathalia Velasco

Tarssele Morais

 

23/06

08:00 – 09:00

Paisagismo Sustentável no Condomínio Sol Nascente Débora de Melo

Fernanda Borges

Núbia Rocha

23/06

09:00 – 10:00

Jardim Sensorial HGG Hérika Frasão

Fernanda Orsi

23/06

10:00 – 11:00

Boate Panorâmica Michelle Bueno

Rafaela Bastos

Thais Maciel

Virgínia Correa

23/06

11:00 – 12:00

A Importância do Design de Interiores na Vida das Pessoas Diego Martins

Michelle Macedo

23/06

12:00 – 13:00

Revitalização da Praça George Washington Paulo Henrique Santos

Escritório do Prodigy MSN

Continuando com nossos posts de Idéias Brilhantes para servirem de base aos TCCs, vamos lá. Este é um projeto desenvolvido pelo SPACE, um escritório de Arquitetura e Design mexicano para o Prodigy MSN.

O Prodigy MSN (escritório situado na Cidade do México – México) estava procurando novos espaços para seus escritórios corporativos, não só com a idéia de mudar os ambientes, mas também para criar uma nova cultura de local de trabalho que, em primeiro lugar buscar a consciencia ambientas e, além disso, aumentar a integração entre os funcionários em diferentes níveis.


Os principais conceitos deste projeto:

1. Aberto e brilhante como o futuro do Prodigy MSN.

A abertura e translucidez são evidentes em todo o projeto. O layout busca aproveitar vantagem de toda a luz do dia (sempre que possível). A maioria da fachada de vidro está livre, mas há pontos em que algumas salas de reuniões e escritórios privativos estão próximos à fachada. Esses espaços são fechadas com vidro, o que permitiu a abertura e o brilho que era procurado. Além disso, as estações de trabalho são baixas e têm placas translúcidas, o que permite a passagem de luz.

Finalmente, no coração do projeto foi construído um longo pedaço de escritórios, conceituada como uma caixa de vidro em que foram criados alguns padrões gráficos em adesivo vinil, que traduzem claramente a personalidade da Prodigy MSN.


2. Espaços Multifuncionais.

Este projeto foi planejado para ser versátil. Assim, se compararmos este projeto com um tradicional, podemos supor uma inicial despreocupação com a formalização dos espaços, entretando, essa brincadeira multifuncional é responsável por criar espaços mutáveis e que visam atender às espectativas de qualquer cliente.

Um exemplo claro disso é a recepção que, mais do que um espaço de espera, é um nó em que funcionários, clientes e visitantes se encontram e interagem. Nele está localizado também um espaço destinado a café. Não há qualquer placa física para separar este espaço para o espaço de trabalho, e na maioria das salas de reuniões estão localizados neste nó. Os escritórios têm uma variedade de salas de reuniões casuais espalhados em pontos estratégicos para permitir a comunicação entre os funcionários.

3. LEED – Leadership in Energy and Environmental Design – sistema de pontuação para definir e certificar um Green Building.

Os principais pontos deste projeto para a certificação LEED são:

 -Os escritórios estão em um edifício que está à procura de certificação LEED Core & Shell, e que o edifício está localizado em uma área urbana que é fornecida por serviços básicos e pela infra-estrutura de transportes públicos;

- O projeto economiza mais de 20% no uso da água;

- O projeto recebe uma salva de 20% de energia em sistemas de iluminação;

- O projeto está em conformidade com as normas de eficiência energética que LEED recomenda;
- Há um espaço dedicado a coletar e armazenar materiais recicláveis;

- Mais de 20% dos materiais utilizados no projeto são de produção reciclada;

- O sistema de HVAC tem filtros que ajudam a manter a qualidade interior do ar mais limpo;
-  Pinturas selantes, revestimentos e colas utilizadas no projeto têm um baixo teor de VOC, que evita a poluição do ar interior;

- 100% dos espaços de trabalho têm acesso à luz natural.

Copiei daqui: http://www.spacemex.com

Praça Steelyard – Esch-sur-Alzette

Esse projeto de paisagismo desenvolvido pelo escritório austríaco AllesWirdGut traz uma abordagem interessantíssima de redesign. Requalificar uma praça utilizando elementos altamente contemporâneos.

A Praça Steelyard, no centro de Esch-sur-Alzette, em Luxemburgo, ressurge em meio a antigos edifícios do período em que a cidade era focada na siderurgia, e novos arranha-céus, de arquitetura contemporânea e ousada. Foi proposto pelo grupo de designers um novo uso para a praça e paralelo (e motivador) deste, um novo design.

Segundo o escritório, o objetivo principal era deixar as qualidades, antes escondidas, brilharem através da nova composição do espaço. Grandes espaços livres, ou como defendidos como “áreas de estar”, árvores concentradas em ilhas e bancos com design inovador e utilização de madeira maciça são responsáveis por gerar diversos pontos focais no espaço. Isso tudo sem deixar de lado a composição áspera e rígida do concreto inicial da praça, o que torna o espaço convidativo e muito atrativo.

Copiei daqui: http://www.alleswirdgut.cc

Hoje é dia de doces…

Continuando ao assunto que paramos no último post, aí vai mais um projeto interessantíssimo e super inovador. Nada mais do que esperamos de vocês. Divirtam-se…

The Candy Room – Melbourn – Austrália

 

Taí uma loja de doces que foge completamente ao que é conhecido. “The Candy Room” é uma loja de doces no mais belo estilo “boutique”, situado no coração de Melbourn (Austrália). O grupo de designer Red Desing Group foi o responsável por esse projeto, onde as paredes brancas são compostas de desenhos imaginativos e simples, em tons de preto, e que remetem aos desenhos de uma criança. Os doces e balas são responsáveis pela alegria e pelas cores que surgem nos espaços monocromáticos da loja.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copiei daqui: http://reddesigngroup.com.au/projects/CandyRoom.aspx

Que tal um “cineminha”?

Essa é para começar a tirar o peso da cabecinha dos meus queridos alunos…

Sempre me perguntam qual o tema que eu sugiro para o TCC, e eu sempre respondo: “Não posso responder…”

Bom, agora sejam espertos. Vou lançar alguns ótimos projetos aqui no blog, se tudo der certo, dois por semana. Não é uma idéia para ser copiada, mas para entender que boas idéias estão em todos os lugares, basta saber com que olhos olhar.

Vamos lá…

Elinor Bunin Munroe Film Center – Rockwell Group – New York – NY

A nova fachada do cinema Elinor Bunin Munroe, com uma vívida marquise laranja, um tapete LED  e uma entrada translucida que convida amigavelmente os pedestres e visitantes à suas áreas públicas, bem como ao anfiteatro central.

Construída sobre uma laje flutuante, o anfiteatro tem paredes de vidro reflexivo e painéis de madeira para a absorção sonora, que criam o ambiente ideal para bate-papos com diretores e documentaristas. Quando a porta estilo garagem é aberta, o espaço se transforma em um ponto de encontro amigável.

O andar acima à lanchonete, é composto por um café amplo e bem personalizado. As paredes do espaço são revestidas com madeiras recicladas, o que torna o ambiente mais aconchegante que o tradicional anterior.

Copiei daqui: http://archrecord.construction.com/projects/recordinteriors/2011/Elinor-Bunin-Munroe-Film-Center.asp

Criação e Produção na Recuperação de Móveis Descartados.

Sofá construído com antiga banheira.

Titulo: Núcleo de pesquisa, criação e produção na recuperação de móveis descartados.

Discentes da UDESC: André Lucas; João Luiz de Figueiredo Junior; Luísa Cunha de Oliveira; Paul de Pontbriand Vieira; Walter Dias da Costa Filho.
Tipo da ação: Projeto de Extensão
Instituição: UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina

1.1 Detalhes da ação
Atividade permanente e semanal, abrangendo o município de Laguna e região, a ser realizado no Centro de Educação Superior da Região Sul (CERES-UDESC).

1.2 Público-alvo:
Estudantes de Arquitetura e Urbanismo do CERES, Comunidade Lagunense e instituições sociais. Como publico interno da Universidade tem-se a presença de duas professoras responsáveis, seis acadêmicos (estudantes de arquitetura e urbanismo), e, se possível, todos bolsistas de extensão ou pesquisa.

1.3 Caracterização da ação
Atividade de renovação, reutilização, criação e pesquisa – permanente e semanal – abrangendo o município de Laguna e região, a ser realizado no Centro de Educação Superior da Região Sul (CERES-UDESC).

1.4 Descrição da ação
Por meio da criação de um grupo inicial de trabalho, constituído de acadêmicos do curso de arquitetura e urbanismo do Centro de Educação Superior da Região Sul – CERES, e após sermos direcionados à escolha de um local fixo para montarmos nosso próprio espaço de trabalho, será iniciado o processo de recolhimento sistemático de materiais reutilizáveis jogados na rua. Tendo um acumulo considerável desse material coletado e indo atrás de novos materiais (restos a serem doados por indústrias do ramo da estofaria e centros de reciclagem da região) iremos dar seguimento a diferentes processos de concepção das possibilidades do projeto, desenvolvendo entre eles a criatividade pessoal e coletiva por meio de uma busca por novos métodos de trabalho para a reforma de moveis antigos, sofás, poltronas, entre outros, utilizando ao máximo a variedade do próprio material já coletado e previamente depositado no espaço de trabalho, até a criação de novos conceitos e designs para a elaboração de mobiliados originais.
Uma das propostas de trabalho terá como objetivo final a criação de um espaço modelo, onde será exposto parte do mobiliado renovado – tendo como base uma temática pré-estabelecida pelo grupo – e que servirá de base para um trabalho de conscientização para/com a comunidade e os estudantes de arquitetura sobre o potencial de reuso do lixo jogado fora. Após o período da amostra, parte dos moveis restaurados serão destinados ao próprio espaço acadêmico do CERES (para serem usados pelos estudantes) e a instituições sociais previamente selecionadas.

1.4.1 Justificativa
Atualmente estamos no meio de uma crise ecológica global e isso se reflete no caos urbano. Uma parte desse caos urbano vem do fato de que as pessoas não tem uma consciência da crise, e acaba então predominando um estilo de vida consumista. Hoje em dia a reciclagem é uma forma de enfrentar esse caos urbano pelo lado da mudança de hábitos, da maneira de viver. Esse projeto visa um novo estilo de vida, mais austero, menos predatório, menos poluidor. É o fortalecimento de uma cidadania ambiental prevista na constituição.
A proposta nasce da idéia de uma atividade regular de reciclagem (por parte dos estudantes e da comunidade envolvida), de reutilização de coisas que são jogadas fora – pelo espírito consumista predominante – e trabalhar a criatividade do acadêmico e da comunidade, assim como a própria consciência da sociedade com relação ao lixo que ela produz.
Na cidade de Laguna, tornou-se comum o descarte de móveis em locais impróprios e é urgente a necessidade de uma ação de conscientização da população, frente ao descaso com o meio ambiente. Deixando-a a par da existência desse projeto, seria uma alternativa para evitar o acúmulo contínuo desses móveis (muitos deles ainda em condições de uso) nos terrenos baldios da cidade, assim como orientá-los sobre a possibilidade de uma fonte de renda utilizando-se dessa mesma pratica.
Estaremos não só buscando um constante aprendizado na área de arquitetura ambiental, para criar e decorar espaços ecologicamente corretos, como também criando um legado teórico e prático para as futuras gerações.
Durante esse processo, queremos trabalhar lado a lado com outros cursos (moda, desenho industrial, artes visuais, etc…) e outras instituições de ensino superior (nacionais e estrangeiras) para a criação de uma rede de troca de novos conceitos, métodos e práticas de trabalho para projetos que contribuam para reduzir o lixo jogado fora pela sociedade e para o reuso do mesmo, com base nas limitações que se apresentam.
Acreditamos fortemente que as limitações estimulam a criatividade.

1.4.2 Solicitação de apoio
De material – por parte da comunidade quando houver descarte de móveis reutilizáveis; por parte das indústrias do ramo da criação de móveis, de estofaria, de tecidos, para doarem restos de material da produção.
De transporte – por parte da UDESC e dos catadores de lixo da comunidade, para nos ajudar a trazer o material coletado na rua para o espaço de trabalho.
De recursos financeiros – para o aluguel do espaço de trabalho, do combustível para o transporte, para a compra dos equipamentos industriais e para os materiais novos básicos e necessários para a reforma.

1.5 Anexos: Exemplos de resultados obtidos por projetos similares em diferentes instituições.

Poltrona construída com refugos de madeira da construção civil.

Sofá recuperado com patchwork.

Aparador construído com pedaços de resíduos de piso cerâmico e madeira.

Go to Top